- 00:00:00

Bolsonaro teme crise migratória na Argentina, caso a "esquerdalha" ganhe as eleições

Bolsonaro teme uma crise migratória na Argentina, com cidadãos deixando o país em direção ao Brasil, se as eleições de outubro naquele pais repetir as primárias de domingo, quando a oposição ao Macri, venceu.
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Bolsonaro, disse, em discurso durante cerimônia de inauguração de obra de uma estrada no Rio Grande do Sul, que a turma da Cristina Kirchner estaria dando "sinal de vida", se referindo às eleições primárias de domingo. "Não se esqueçam, mais ao sul, da Argentina, o que aconteceu nas eleições de ontem. A turma da Cristina Kirchner, que é a mesma da Dilma Rousseff, que é a mesma de Maduro, Chávez e Fidel Castro, deu sinal de vida aqui".

 "Povo gaúcho, se essa esquerdalha voltar aqui na Argentina, nós poderemos ter, sim, no Rio Grande do Sul, um novo Estado de Roraima, e não queremos isto, irmãos argentinos fugindo para cá, tendo em vista o que de ruim parece que deve se concretizar por lá caso essas eleições realizadas ontem se confirmem agora no mês de outubro", acrescentou.