- 00:00:00

Começou ontem, o recadastramento dos servidores ativos, do GDF

Desde segunda-feira (26), os servidores das empresas públicas do Distrito Federal devem atualizar seus dados no Sistema de Recadastramento, Complementação e Atualização de Dados (Recad). O procedimento é obrigatório e deve ser feito no site da Secretaria de Economia, no endereço: www.sefp.df.gov.br/recadastramento. O acesso é realizado com o número do CPF e a senha do contracheque (Sigrh).
Foto: Reprodução
A primeira etapa do recadastramento vai até 14 de outubro. Neste período, o governo estima que cerca de 4.200 servidores realizem a inserção ou atualização das informações no sistema Recad.

As empresas públicas selecionadas para iniciarem o recadastramento são:

Companhia de Desenvolvimento do Planalto Central – Codeplan

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal – Metrô-DF

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil – Novacap

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater

Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília – TCB

Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal – Codhab

Sociedade de Abastecimento de Brasília – SAB

Após o recadastramento dos empregados públicos, será a vez dos órgãos da administração direta e, posteriormente, das secretarias de Saúde e Educação atualizarem suas informações. O recadastramento será feito em quatro etapas e tem previsão de término para abril de 2020 (veja cronograma no final da matéria).

Durante as quatro etapas do processo, são esperados que mais de 110 mil servidores ativos acessem o sistema e preencham suas informações atuais. O recadastramento é obrigatório para servidores ativos da administração direta, autárquica e fundacional do Distrito Federal; os empregados públicos de empresas dependentes do Tesouro do Distrito Federal, inclusive os servidores ativos sem vínculo (comissionados), os que estão cedidos, afastados ou licenciados, e também os servidores temporários.

O detalhamento do recadastramento de 2019 foi regulamentado na Portaria n° 256 de 2019, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) em 6 de agosto. A atualização das informações dos servidores ativos do Governo do DF está prevista no Decreto nº 39.276, de 6 de agosto de 2018, que foi alterado recentemente pelo Decreto nº 39.982, de 29 de julho de 2019.

O sistema Recad foi desenvolvido por servidores da Subsecretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação da Secretaria de Economia, sem custos adicionais para o governo.

Com informações da Agência Brasília e Secretaria de Economia