- 00:00:00

Escolas de Samba do DF querem retornar à avenida em 2020.

As escolas de samba já tiveram seus dias de gloria em Brasília, com a presença de nomes como o do famoso carnavalesco Joãosinho Trinta, e até a promessa de um sambódromo, que teve um projeto feito por Oscar Niemeyer, mas que nunca saiu do papel.
Foto: Agência Brasil
As agremiações têm como função, muito mais do que apenas desfilar na avenida, que é servir de apoio social às comunidades em que estão. “As escolas [de samba] não existem sem uma comunidade. Elas têm a função do fazer social e cultural. Para que cumpram verdadeiramente a sua função, elas precisam, por exemplo, de uma sede, onde possam ensinar e capacitar a comunidade”, disse, em fevereiro de 2018, ao Correio Braziliense, o então presidente da liga, Geomar Leite.

Apesar de não ter uma situação definida para 2020, as escolas têm esperança de um retorno à avenida no próximo ano.