- 00:00:00

Combate ao descarte incorreto de esgoto sanitário

Vale reforçar: procedimento adequado protege o meio ambiente (reduz a obstrução das tubulações e poluição dos rios) e a saúde

A Caesb, em parceria com o Ibram, Delegacia do Meio Ambiente e DF Legal, reforçou a fiscalização do descarte incorreto do esgoto sanitário em pontos não autorizados – e de empresas que atuam sem cadastro. A intenção é garantir o adequado descarte dos esgotos provenientes de limpeza de fossas domésticas ou de caixas de gordura.
Foto: Reprodução/Agência Brasília
Com a regularização da atividade, a Caesb evita o descarte de resíduos em redes de águas pluviais, em corpos hídricos e diretamente nos solos, além de contribuir na redução de obstrução das redes de esgotos, que causam grande transtorno à população, uma vez que o esgotamento sanitário adequado contribui na prevenção de doenças causadas pela água contaminada, além de preservar o meio ambiente.

Desde 2010, a Caesb disponibiliza estações de tratamento autorizadas a receber o material transportado por caminhões-tanque. Elas estão distribuídas em diversos pontos do Distrito Federal (veja relação abaixo).

Resíduos de fossas
Atualmente, 65 empresas e autônomos, que atuam com 91 equipamentos em todo o DF, trabalham cadastradas junto a Caesb. Os resíduos dessas fossas são tratados por inteiro nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs).

Segundo a superintendente de Operações e Tratamento de Esgoto, Ana Maria Mota, a Caesb recebeu, em 2018, mais de 31 mil descartes de resíduos de fossa séptica, o que gera aproximadamente 395 mil m³ de resíduos.

“A Caesb recebeu também 900 descartes de resíduos de caixa de gordura, retirando do processo de tratamento e do meio ambiente mais de 10,5 mil m³ de resíduos com gordura. A gordura retirada do sistema é lixo e extremamente prejudicial ao processo de tratamento”, explica Ana Maria.

Caso ocorram despejos irregulares, a empresa responsável fica sujeita a penalidades previstas em lei, com multas que variam de R$ 7,8 mil até R$ 119,5 mil.

Para mais informações de Como adquirir a autorização para descarte de fossa e gordura na Caesb consulte o www.caesb.df.gov.br ou pelo telefone 3213-7385.