- 00:00:00

ARTIGO | Urge a escolha de lado. É hora de assumir o seu quadrado

Para um jornalista independente deixar a imparcialidade para segundo plano, é difícil, pois no ofício de informar ele deve ser o mais neutro possível. Mas, no momento atual, com a polarização política e ideológica no Brasil e na América Latina como um todo, é imperativo escolher um lado, escolher o lado certo. Sim, existe o lado certo.
Foto: Agência 2CNews
No momento em que o cidadão de bem assiste aterrorizado um Supremo Tribunal legislando -sem poder legislar-, para arrancar do cárcere um único criminoso em detrimento da pena de milhares de outros criminosos, colocando toda uma nação em risco de segurança pública e de segurança nacional (Por que não?), se torna importante o ativismo de todos os patriotas.

O momento é sério! Muito sério! Um ex-presidente condenado em duas instâncias por corrupção, por quase afundar a nação brasileira em um mar de lama, aquele que afirmou, como quem tem autoridade sobre os ministros do Supremo, que o STF estaria acovardado, foi solto mesmo sem ser inocentado -porque não é inocente-, pelos ministros paus-mandados. Esse criminoso solto criminosamente está desafiando com berros aos quatro cantos do Brasil, as leis constitucionais e o povo brasileiro.

Esse anti-cidadão é líder de uma falange de seguidores, muitos inocentes idiotizados, outros, militantes interesseiros, que vislumbram o poder pelas benesses que o poder pode trazer aos mal-intencionados. Isso é muito perigoso, uma vez que essa falange não mede esforços nem estratégias escusas, para atingir seus nefastos objetivos.

Diante de tudo o que está acontecendo em nosso amado país, decidi abandonar, momentaneamente, a imparcialidade inerente ao jornalismo independente, do qual me incluo, para assumir a trincheira da liberdade e soberania nacional, pois urge a escolha de lado.

Estou do lado dos patriotas brasileiros.

Paremos de murmurar e marchemos! 


Este conteúdo é resultado do trabalho rigoroso e dispendioso de apuração, checagem e investigação do jornalista Claudio Campos e/ou da Agência 2CNews. Você pode republicar este conteúdo. Todas as republicações devem trazer o nome da agência (Agência 2CNews) e do autor (Claudio Campos) com destaque, na parte superior do textos.