- 00:00:00

Programa Jovem Candango entrega mais 700 diplomas

Governador em exercício, Paco Britto, participa de sessão solene no auditório da Câmara Legislativa

Em comemoração à conclusão de aprendizagem no Programa Jovem Candango 2019, foi realizada, na tarde desta sexta-feira (6), sessão solene no Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Perto de cinco mil jovens (4.900) já participaram do programa. Durante a sessão, foram entregues mais 700 diplomas, já que, em agosto último, totalizaram 1.108 diplomas distribuídos aos formandos das instituições Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) e Obras Sociais do CEF Jerônimo Candinho.

Foto: Divulgação

O principal objetivo do programa, que completou cinco anos, é ampliar as oportunidades do primeiro emprego aos estudantes de 14 a 18 anos de idade, que estejam cursando as últimas séries dos ensinos fundamental e médio. O governador em exercício Paco Britto voltou a afirmar que o Jovem Candango será ampliado e dará mais oportunidades aos jovens brasilienses.

Na opinião do Paco Britto, o programa é referência para todo o país, por dar dignidade aos jovens. “O que a juventude precisa é de oportunidades para trilharem caminhos de sucesso. Temos que pensar não apenas no presente, mas, também no futuro desses adolescentes. Esse programa tem essa intenção: preparar o jovem para o mercado de trabalho, visando um futuro promissor, longe das ruas e da criminalidade”, ressaltou.

Idealizador da Lei 5.216/2013, que cria o Programa Jovem Candango no Distrito Federal, o presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças da CLDF, deputado distrital Agaciel Maia, explicou a iniciativa. “Os jovens têm a oportunidade de ingressarem no mercado de trabalho por meio de contratação em órgãos públicos do GDF, com carteira assinada, recebendo um salário mínimo, vale transporte e alimentação e os demais direitos trabalhistas”,destacou.

Para o deputado, a homenagem visa incentivar, reconhecer e motivar os alunos que se empenham no estudo e no trabalho, estimulando o processo de ensino e aprendizagem. Referendando as palavras do governador em exercício, ele garantiu que não só manterá o programa, mas que pretende ampliá-lo.

O secretário da Juventude, Léo Bijos, adiantou que enviará, nos próximos dias, uma minuta de decreto, visando aumentar recurso do Orçamento para atender mais jovens. “Os jovens de 15 a 29 anos representam um terço da população do DF, 800 mil, portanto. É uma fatia (da sociedade) esquecida, colocada de lado. Por isso, existem programas como esse ou como, por exemplo, o de estágio nas empresas privadas e vários outros”, explicou.

Compôs também a mesa Daniel Maia, do Força Jovem; além da diretora da Renaps, Aline Ferreira; a coordenadora e assistente social do Instituto Jerônimo Candinho, Gislaine Medeiros, e os alunos João Victor Rodrigues e Maria Eduarda Cardoso, do Instituto Jêronimo, e Camila Maia Rodrigues, do Renaps.

Os participantes assistiram a um vídeo com depoimento positivo, no ano passado, de um ex-aluno do programa.

Entrevista
Após a sessão solene, Paco Britto se dirigiu ao Palácio do Buriti, onde concedeu entrevista à Rede Record. No gabinete, foi presenteado, pelo diretor da emissora, Luciano Ribeiro, com um kit da sétima edição do Bora de Bike Luzes de Natal, evento ciclístico que será realizado neste sábado (7), a partir das 18 horas, com concentração uma hora antes, na Praça Cívica do Buriti.

“Essa sétima edição é muito importante, porque além de aproveitar o passeio ciclístico, também é uma forma de conscientizar a população. Brasília já foi referência na faixa de pedestres e seremos para os motoristas e pedestres”, disse, referindo-se à utilização de refletores nas camisas dos ciclistas e lanternas nas bicicletas (uma referência às Luzes de Natal).