- 00:00:00

Vacina da Pfizer é aprovada e imunização começa semana que vem no Reino Unido

Nesta quarta-feira (2) foi anunciado pelo ministro da saúde britânica, Matt Hancock, que os cidadãos do Reino Unido serão vacinados a partir da semana que vem. A vacina BNT162b2 produzida pela Pfizer obteve eficácia de 95%.

A vacina que foi aprovada na fase três, ainda não passou por uma revista científica que analisa os dados por pares. A Ptizer também está sendo testada no Brasil, porém a possibilidade de ser adquirida é baixa, para que o imunizante mantenha suas propriedades ativas é necessário que seja armazenado em temperatura -70°C, o país prioriza um imunizante que possa ser mantido entre 2° a 8° C,  pois essa é a temperatura da estrutura usada no sistema de vacinação brasileiro.



O secretário de vigilância em Saúde da pasta, Arnaldo Medeiros, afirma que o Brasil irá obter a vacina liberada pela Anvisa seguindo os critérios necessários, “(…) que ela confira proteção contra a doença grave e moderada, que ela tenha elevada eficácia, que ela tenha segurança, que ela seja capaz de fazer uma indução da memória imunológica, que ela tenha possibilidade de uso em diversas faixas etárias, e em grupos populacionais. E que, idealmente, seja feita de dose única, embora muitas vezes isso talvez não seja possível, só seja possível em mais de uma dose, mas, fundamentalmente, que ela seja termoestável por longos períodos, em temperaturas de 2°C a 8°C. Por quê? Porque a nossa rede de frios, nessas 34.000 salas, é montada e estabelecida com uma rede de frios de aproximadamente 2°C e 8°C”, pontua.

A Ptizer segue fora de alcance no Brasil, primeiramente por seu armazenamento, e o custo benefício da vacina chega a ser até 5 vezes mais cara que e a vacina de Oxford, que será produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Este conteúdo é resultado do trabalho rigoroso e dispendioso de apuração, checagem e investigação do jornalista Claudio Campos e/ou da Agência 2CNews. Você pode republicar este conteúdo. Todas as republicações devem trazer o nome da agência (Agência 2CNews) e do autor (Claudio Campos) com destaque, na parte superior do textos.